Bandidos são presos em Moreno após ação no Cabo

Data: 02/03/2017 | Hora: 12:54 | Por: NE10.com.br


Está cada vez mais rotineira a ação de criminosos contra bancos em Pernambuco. Desta vez, três agências bancárias foram alvo dos bandidos, apenas na madrugada desta quinta-feira (2). Duas delas foram explodidas no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, uma do Banco do Brasil e outra do Itaú. Na cidade, a ousadia da quadrilha foi tanta, que chegaram a fazer oito reféns. Já na Mata Norte do Estado, um posto do Banco do Brasil também foi alvo de explosão nas proximidades da Prefeitura de Lagoa do Carro.

Durante a fuga, ao menos três suspeitos foram presos em Moreno, também na Região Metropolitana. Também há criminosos mortos no local, mas o número ainda não foi confirmado. Segundo o JC Online, a equipe comandada pelo delegado Alberes Félix realizou a captura na Zona Rural da cidade. O trio está sendo levado para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). O Instituto de Medicina Legal também chegou ao canavial para recolher os corpos.


No Cabo, os bandidos chegaram a levar aproximadamente oito reféns na fuga, de acordo com testemunhas. Para impedir a perseguição da Polícia Militar, os criminosos deixaram grampos em um trecho da antiga BR-101 e queimaram vários veículos. De acordo com a polícia, o grupo chegou fortemente armado em pelo menos dois carros e uma moto.

Os reféns, que viveram momentos de terror, estavam em um restaurante na margem da BR e foram obrigados a entrar em um carro e seguir com os bandidos. Alguns chegaram a ser amarrados no capô do veículo e um homem foi baleado. O ferido foi levado para o Hospital Mendo Sampaio, no Cabo de Santo Agostinho.

Em entrevista à Rádio Jornal, o refém que não quis se identificar também narrou toda a ação criminosa. "A abordagem foi cinematográfica. [Os criminosos] pareciam militares, pelo jeito de falar e pegar nas armas, pelo treinamento deles. Tinham uma bolsa cheia de munição e disseram que sabiam que a gente era pai de família. Eles falaram a gente quer do Governo, se os PMs vierem a gente vai trocar", contou.

Segundo a TV Jornal, os demais reféns foram abandonados na nova BR-101. Um ônibus que seguia com trabalhadores também foi interceptado pelos bandidos. De acordo com moradores da área, vários tiros foram ouvidos durante a ação e a delegacia da cidade foi metralhada. Segundo a polícia, os assaltantes fugiram em direção à cidade de Escada.

Uma agência da Caixa Econômica Federal também foi atacada no Cabo, mas não foi confirmada nenhuma explosão no local. Os bandidos quebraram as vidraças. Já na agência do Banco do Brasil, a que ficou mais destruída, o alvo seria o cofre. No entanto, informações iniciais da perícia apontam que os criminosos não teriam conseguido levar nenhuma quantia em dinheiro. Ainda não se sabe se eles roubaram dinheiro do Itaú.

Já em Lagoa do Carro, por volta da 3h30 da madrugada os bandidos explodiram a agência do Banco do Brasil que fica próxima à prefeitura da cidade. Tiros foram ouvidos pelos moradores e o local foi isolado para a perícia nesta manhã. Essa é a quarta investida contra banco em Lagoa do Carro em menos de um ano. Equipes de pelo menos 5 batalhões foram acionadas para atender à ocorrência. Essa é a quarta ação criminosa contra caixa eletrônico em Lagoa do Carro em menos de um ano.

Os pernambucanos estão cansados

Segundo levantamento do sindicato dos Bancários, somente em 2016, cerca de 260 ações violentas, entre assaltos, explosões ou furtos, aconteceram em Pernambuco. Grande parte dessas ocorrências têm sido registradas no interior do Estado. Um levantamento consolidado das ações só será lançado em janeiro de 2017. Ainda de acordo com o sindicato, a onda de investidas criminosas contra instituições financeiras também aumentou a incidência de bancários afetados por problemas psicológicos em decorrência da violência nas agências.

A ação desta madrugada ocorre menos de dez dias depois do ataque criminoso à agência de transporte de valores Brinks, na Zona Oeste do Recife. No último dia 21 de fevereiro, os pernambucanos ficaram chocados com a audácia da quadrilha que tocou o terror na cidade, quando cerca de 20 criminosos fecharam ruas, queimaram carros e criaram um cenário de guerra na capital pernambucana um dia após a troca no comando da Polícia Militar e às vésperas do Carnaval.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Seja o primeiro a comentar sobre este texto!
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
5s81t
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.