40 dias depois, nada de ajuda federal

Data: 13/07/2005 | Hora: 00:00 | Por: Leonardo Rodrigo


Com a prisão do deputado com mais de R$ 10 milhões em sete malas, ficamos a pensar: aquele dinheiro representa pouco mais de 60% que o nosso município precisa para ser reconstruido. Pois é, passados 40 dias, nem sinal do dinheiro que o governo federal ficou de mandar para as cidades atigindas. Bem que aquele dinheiro encontrado com o deputado resolveria uma parte da situação da nossa cidade. Agora, imagine dos mais de 400 deputados que a câmara tem, apenas dezesseis fossem pegos cada um com aquela quantia, daria pra resolver a situação de todo o estado.

Deixando a utopia de lado, a realidade de Moreno é a seguinte: 1.558 pessoas atingidas, com 475 casas destruídas e 79 danificadas. Escolas públicas, particulares e centros comunitários também foram atingidos. A prefeitura contabiliza que 67 famílias estejam em abrigos municipais, e outras 200 tenham sido relocadas para casas de parentes. O município recebeu da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) 550 cobertore, 961 colchões, 792 cestas básicas e 3 mil roupas. Sem contar com a colaboração de empresas e da sociedade.

A prefeitura ainda terá que recuperar 8 km de estradas, além de vias públicas e calçadas destruidas pelas águas. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente preparou um relatório mostrando os prejuízos e o impacto que a enchente causou em Moreno. Este documento foi enviado para o governo federal com o objetivo de conseguir recursos para a reconstrução da cidade e suporte no atendimento as pessoas atigindas. Qualquer pessoa pode ler este relatório, já que a prefeitura o disponibilizou na internet. Seu endereço é: http://www.enchentesmoreno.rg3.net.

Contudo, o governo da cidade ainda mantém pontos de coleta de alimentos e material de higiene para atender as necessidades daqueles que estão nos abrigos, esperando que algum deputado doe uma daquelas malas para que possam assim, recomeçar suas vidas.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Seja o primeiro a comentar sobre este texto!
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
7b2ql
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.