Tá chegando a hora do voto!

Essa é a semana decisiva para os candidatos que durante três meses disputaram o voto dos 39.727 eleitores morenenses. Ao todos são 115 pessoas que querem uma das dez vagas na Câmara Municipal, além dos candidatos a prefeito Alfredo Costa, Edvard Bernardo e Vavá Rufino. A campanha que teve início dia 6 de julho esta sendo considerada uma das mais agitadas, e por que não dizer mais violenta que a cidade já viu.

Ao longo desses três meses vários episódios apontavam sempre em denúncias que não eram comprovadas. Isso terminou até atrapalhando o serviço do pessoal do cartório eleitoral, que as vezes tiveram que se deslocar para apurar uma denúncia e nada encontravam. Mas casos como o do Projeto Habitar Brasil, a confusão na Igreja Matriz, a distribuição de panfletos anônimos e agressões podem ter influenciado na decisão de voto de alguns eleitores.

Até domingo, é de se esperar que mais fatos aconteçam. E um deles pode ser a tão falada bomba que a candidata a vice, Jane Mendonça, diz ter. Jane me falou sobre a tal bomba no mês de julho e reafirmou a estória em entrevista ao jornal Tribuna Metropolitana na semana passada. Como ela mesmo disse: "Isso irá mudar a eleição em Moreno". Então vamos esperar para ver o estouro.

Denúncias a parte, o que chamou a atenção mesmo nessa campanha foi a rivalidade entre os simpatizantes de Edvard e Vavá. Os grupos sempre que se encontravam era aquele show de insultos e gestos obcenos. Agressões físicas também fazem parte dessa estatística eleitoral. Mas pelo menos, por enquanto, não passou de tapas. Objetos de trabalho, como: bandeiras, mastros e até uma máquina fotográfica foram instrumentos usados contra adversários.

Vamos ficar na torcida para que até o dia 5 não ocorra mais insultos nem agressões. Devemos sim lutar por nossos direitos, mas sem agressões. Mesmo sendo adversário de quem esta do outro lado, devemos lembrar que ele também é um ser humano que deve ser respeitado, assim como Moreno também.

Publicado por Leonardo Rodrigo na data de 30/09/2008 às 00:26 e impresso na data de 23/11/2017.