Questão de consciência

Data: 31/01/2011 | Hora: 00:48 | Por: Leonardo Rodrigo


Final de semana para muito é sinônimo de descanso e tranqüilidade. Para outros, agito e badalação. Quando esses dois grupos estão próximos já dá para imaginar a dor de cabeça que aparece. Pois bem, a falta de consciência de alguns tem causado problemas como o episódio de Serrambi, praia do litoral sul, onde uma pessoa foi ferida a bala.

Na confusão, uma jovem de 21 anos foi atingida na perna após uma discussão causada pelo som alto, que incomodava os vizinhos. Em Moreno nenhum caso chegou a esse ponto, mas os problemas por conta do barulho são muitos. Um dos locais mais críticos da cidade é o Pátio de Eventos, no centro. Nos finais de semana a festa tem hora para começar e dura, muitas vezes, até o sol raiar.

Apesar da predominância de casas comerciais no pátio, há diversas famílias que moram nas redondezas. Há relatos de que não há sossego. Um internauta que enviou uma mensagem para este site, afirma que além do barulho e da desordem, há o desrespeito de pessoas que urinam nas casas alheias. “Toda segunda quando saio para trabalhar é aquele fedor” lamenta o internauta.

Mas as queixas não são exclusividade do Pátio de Eventos. Moradores de outras localidades também são obrigados a conviver com essa perturbação, causada por bares ou por som dos carros. Em 2010 o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) lançou a campanha “Som sim, barulho não”, que traz orientação contra a poluição sonora.

A intenção do programa é educar as pessoas para o uso correto dos aparelhos de som. "Essa cultura da poluição sonora já está sendo repassada de pai para filho", adverte o promotor de justiça e coordenador do CAOP-Meio Ambiente, André Silvani. O MPPE disponibilizou material, como cartilha, para orientar o cidadão. Um canal também foi aberto para denúncias (3421-9595) de abuso no volume do som.

Em 2009, uma ação em Moreno promovida pela promotoria local levou paz e sossego para os moradores que sofriam com o som alto. Mas a repressão foi esquecida com o tempo. Um projeto de lei tramita na Câmara Municipal, mas não há previsão quando entra em vigor. Enquanto isso, a única alternativa que os moradores, que sofrem com o som alto, tem é rezar para que, pelo menos, a música seja agradável.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Morador...
31/01/2011 às 17:14
Enquanto as festas agora em moreno so pode durar ate 2 da manha,esse pessoal fica com som ligado a madrugada todinha,festa de reis esse ano msm no sabado em bonança terminou era duas horas da manha,qual a diferença de som de fest apra de carro?...
Morador...
31/01/2011 às 17:16
Axo que sao poucas,mais é assim mesmo,enquanto em outras cidade termina depos das 4 moreno termina de duas horas da manha,so tem lei pra um é?pq nao tem para todos?vamos ver Sr Anchieta sobre isso de proibir show no patio de eventos mais de duas horas...
Moreno
31/01/2011 às 21:28
As igrejas também contribuem para a barulheira, na nossa cidade não existe qualquer lei para controlar o barrulhos, som e ruídos, a praça da bandeira era alugada ao filho do prefeito, é uma bagunça total...
CLECYO BERNARDO
31/01/2011 às 23:23
QUANDO O SOM ALTO ESTIVER PARTINDO PARA O ABUSO,DENUNCIE,SÓ ASSIM A LEI VAI PEGAR.
Paulo
01/02/2011 às 15:27
não sabia que o prefeito tinha filho.
will
02/02/2011 às 19:49
rssssssssssssssssssssssssssssssssssssss!
Carlos
02/02/2011 às 20:59
O promotor só olhou para algum caso, qdo se falou na boate (que é algo digno para a população), porem, existem tantas outras coisas q ele deveria ver na cidade q é jogada de todo jeito. Lamentavel.
Manoel Santos
03/02/2011 às 13:30
Na minha opinião, já que existe um projeto na camara de vereadores que trata deste assunto, as pessoas que se sentem prejudicadas, deveriam procurar os ilustres vereadores e exigir a aprovação e regulamentação deste projeto, pois afinal de contas....
Manoel Santos
03/02/2011 às 13:35
eles foram eleitos por mim e por voce, para solucionar problemas como este, o
que está realmente faltando, é o povo saber cobrar dos políticos os seus direitos.
Juliana
08/02/2011 às 07:47
Prezado Carlos, coisa digna pra Moreno é emprego. O Ministério Público está de parabens pelo excelente trabalho. se o barulho incomoda, a população tem que agir, a lei existe. Fica ligado que a população está cada vez mais esclarecida e procura seus direi
1
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
5pauq
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.