página principal » cidade de Moreno » Brasão, Bandeira e Hino da cidade do Moreno

Bandeira de Moreno

A constituição da bandeira encerra o seguinte significado:
  • Branco e Azul – cores do baronato do Moreno;
  • Roda de Engenho – símbolo da fonte da cidade, o Engenho Catende;
  • Ramos de eucalipto – símbolo das verdes colinas;
  • Cana-de-açúcar – representando a monocultura do município;
  • Algodão – simbolizando a matéria-prima da fonte econômica do município.
Foram idealizados pela Mestra Sevy Rocha a convite do então prefeito do município Raul Alves de Melo. No dia 21 de novembro de 1965, em frente a sede da prefeitura do Moreno, fazia-se pela primeira vez o hasteamento do pavilhão do município, bem como a entoação do seu hino.

Brasão de Moreno

Bandeira de Moreno

Agradecimento ao amigo Sydney pelo envio das imagens


Hino de Moreno

Terra de trabalho
de progresso e de labor.
Onde impera a confiança
de ter paz e ter valor.

Salve! bela cidade
tens passado que nos honra
E com teus montes ensinas
ser Moreno valorosa
Terra das verdes colinas


Broto de engenho.
De Catende és tradição
Da nobreza tens origem
teu emblema é um brasão.

Povo dedicado
a servir sem relutar
tendo por lema: o trabalho vai Moreno a caminhar...


Letra: Sevy Rocha
Música:Dy Portela


Para visualizar este player E-Phonic MP3 Player voce devera habilitar o javascript de seu navegador Flash Player 9 ou ter um programa mais atualizado.
As mais lidas
30/09/2008
Visualizações: 10.494
27/10/2010
Visualizações: 10.014
31/08/2008
Visualizações: 9.906
22/02/2012
Visualizações: 9.867
13/04/2011
Visualizações: 9.600
01/09/2011
Visualizações: 9.561
05/10/2011
Visualizações: 9.459
03/11/2010
Visualizações: 9.342
16/09/2008
Visualizações: 9.171
22/09/2011
Visualizações: 9.033
15/06/2011
Visualizações: 8.193
01/08/2008
Visualizações: 8.109
21/12/2012
Visualizações: 8.064
25/08/2012
Visualizações: 7.590
26/08/2011
Visualizações: 7.317
Curiosidades
1920 - Criação, em 25 de agosto, pelo padre Edmundo Kleipool, da ESCOLA PAROQUIAL, funcionando na capela do Engenho CATENDE, (o padre Edmundo foi o primeiro vigário da nossa paróquia, tomando posse em 1° de fevereiro de 1919; faleceu no dia 09 de junho de 1958). Sua primeira professora dói dona Severina Almeida Rocha (SEVY), recém-chegada do Recife.
1922 - 01 de janeiro. Circula o primeiro numero do semanário CORREIO DE MORENOS, sob a direção de José Vicente Lopes Vilas Boas, João Batista de Carvalho e Guedes Alcoforado Filho. Redatores: José Gomes de Andrade, Ovídio Valois e José Tiago Miranda.
1859 - 18 e 20 de dezembro. O imperador D. Pedro II e a Imperatriz D. Teresa Cristina visitaram, respectivamente, as Casas Grandes dos Engenhos MORENOS e CATENDE.
1922 - Nomeação da primeira professora estadual (Josefa Pereira de Melo), em 01 de setembro.
1870 - 24 de agosto. O Comendador Antonio de Sousa Leão é agraciado por S. M. I. com o título de BARÃO DE MORENOS.
1882 - 18 de outubro. Falece, aos 74 anos de idade, o BARÃO DE MORENOS, possuidor de oito engenhos: MORENOS, CATENDE, XIXAIM, VIAGENS, PITIBUM, CARNIJÓ, BOM DIA e BREJO. Deixou uma das grandes fortunas de seu tempo, em Pernambuco, avaliada em 1.063.400 $ (escravos, prédios urbanos, apólices gerais e dívidas a cobrar, e neste total não estavam compreendidas as jóias e ricas alfaias).
1928 - A Lei Estadual n.° 1.931, de 11 de setembro, cria o município de MORENOS, com território desmembrado do Jaboatão, e concede à sede municipal foros de cidade.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.