Moreno será sede do vicariato católico

Data: 13/04/2011 | Hora: 11:38 | Por: Leonardo Rodrigo


A Arquidiocese de Olinda e Recife criou um novo modelo de gestão administrativa nos mais de 4 mil quilômetros quadrados do território sob sua responsabilidade. Quatro microrregiões foram criadas, são elas: Recife, Vitória de Santo Antão, Olinda e Cabo de Santo Agostinho. Os chamados Vicariatos Episcopais foram anunciados pelo arcebispo dom Fernando Saburido e começarão a funcionar a partir de março. A ideia é que a fragmentação facilite a administração das 103 paróquias da Arquidiocese.

A nova configuração da Igreja particular de Olinda e Recife vai descentralizar o atendimento da Cúria Metropolitana, que funciona no Palácio dos Manguinhos, nas Graças, Zona Norte da Capital. Todo o serviço de documentação, como batistérios e prestação de contas das paróquias, por exemplo, poderão ser feitos na sede de um dos quatro Vicariatos. “Cada Vicariato terá uma espécie de minicúria, onde os fiéis e os padres daquela região poderão resolver suas pendências, sem precisar se deslocar para as Graças, no Recife. Para quem mora em Amaraji, por exemplo, é bem mais fácil ir ao Cabo de Santo Agostinho”, explicou o vigário geral da Arquidiocese, monsenhor José Albérico Bezerra.

Além de facilitar o acesso e desburocratizar os serviços, outro ponto positivo apontado pelo religioso é a possibilidade de uma maior proximidade e interação entre as paróquias da mesma região. “Cada Vicariato terá um padre como vigário episcopal, ou seja, ela representará o arcebispo e poderá atender com mais rapidez as necessidades daquela Igreja”, disse o monsenhor. A divisão da Arquidiocese não afastará dom Fernando do seu rebanho, de acordo com monsenhor Albérico, o arcebispo fará visitas constantes aos Vicariatos. “Dom Fernando não estará ausente, pelo contrário, o novo formato o ajudará a administrar melhor”, garantiu.

Os cinco vigários episcopais formarão junto com os vigários gerais e com o arcebispo, um governo colegiado. Esse modelo de dividir o território arquidiocesano em microrregiões é uma recomendação do Código de Direito Canônico e um desejo antigo de dom Saburido. “Desde que era auxiliar dom Fernando já queria implantar esse modelo, visto que o território da Arquidiocese é muito grande. São 19 municípios mais Fernando de Noronha e dividi-los só ajudará o nosso trabalho pastoral”, afirmou monsenhor Albérico.

Moreno será sede da região 4
O pároco de Moreno, Pe. Maurício Diniz, foi escolhido para assumir o Vicariato de Vitória de Santo Antão. Além de Vitória, ainda ficará sob sua responsabilidade as paróquias dos municípios de Moreno, Pombos e de Jussaral, distrito do Cabo de Santo Agostinho. A posse acontece nesta quarta (13) na Igreja Matriz Imaculada Conceição em Moreno, às 19 horas.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Moreno
13/04/2011 às 20:03
acredito que essa "promoção" é verdadeiramente um abafa dos problemas de desvio de dízimos que está sendo acusado o padre Maurício, no Brasil joga-se tudo para debaixo do tapete...até quando os corruptos são religiosos.
....
13/04/2011 às 20:37
concordo plenamente com o comentario pq nao se faz uma investigação mais profunda para ver onde o dinheiro dos paroquianos estao? "PROMOÇÃO TAPA BURACO"
flavio ribeiro silva
13/04/2011 às 22:01
Concordo, e acrescento mais, quantos jovens vem se afastando todos os dias da nossa igreja, quantos grupos acabaram por causa da má administração desse padre, que hoje está ai, agora não entendo, quanto mas incompetente, mais se destaca na arquidiocese
Giseli
13/04/2011 às 23:44
Acho que Moreno está precisando de um pároco preocupado com os jovens que a cada dia se afasta de nossa igreja e não com títulos.
Giseli
13/04/2011 às 23:44
Acho que Moreno está precisando de um pároco preocupado com os jovens que a cada dia se afasta de nossa igreja e não com títulos.
Giseli
13/04/2011 às 23:46
Nossa igreja está cada dia mais abandonada quem era a nossa Matriz da Imaculada Conceição quando tinhamos Pe. Amaurilio.
Marcelo
14/04/2011 às 02:01
É simples, prezados amigos. Já que todos têm tantas denúncias contra o dito Padre, por que não formalizam essa denúncia até mesmo na delegacia? Se não fazem isso é por que não tem provas. E sem isso não venham falar besteiras.
alberto queiroz
14/04/2011 às 09:53
Caro amigo leo,este site, deveria ter uma certa caltela em relação as pessoas que escrevem sem a menor prova do que falam.Claro estamos em uma democracia. Mas falsa denuncia é crime.



Leonardo Araujo
14/04/2011 às 10:25
Olá Alberto,
o espaço é aberto para que todos possam debater um assunto de forma responsável. Denúncias devem baseadas em fatos e não boatos, sabendo que o autor pode sofrer algum penalidade prevista em lei. E tenho mecanismo para descobrir essa pessoa.
POLLY
14/04/2011 às 10:26
POIS É BETO, ESSE POVO DE MORENO OLHA MUITO OS OUTROS, E ESQUECE DE OLHAR A VIDA DELES.
NAS IGREJAS EVANGELICAS ELES DÃO 10% DOS SALÁRIOS DELES, E NINGUEM FALA NADA.
POIS ELES PAGAM PORQUE QUEREM, FEITOS OS CATOLICOS PAGAM PORQUE QUER
1
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
46224
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.