Finalmente as contas foram aprovadas ou não?

Data: 22/09/2011 | Hora: 14:55 | Por: Leonardo Rodrigo


Uma verdadeira confusão aconteceu na manhã da quinta (22) na Câmara Municipal do Moreno. O plenário estava discutindo o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre os gastos da Prefeitura em 2006. Com a Casa lotada, os vereadores travaram uma verdadeira batalha para ver se aprovava ou não esse documento.

Na votação normal o placar ficou empatado, cinco votos a favor e mais cinco contra. Coube o presidente Pedro Mesquita usar seu voto de minerva para desempate. E como todos sabiam seu votos seria contra o documento do TCE. Foi com isso que começou a confusão. Já que os governistas comemoraram a vitória. E a oposição também. Um por conta da maioria dos votos (6 a 5) e outro por que, segundo eles, seria necessário 2/3, ou seja sete votos, para que o parecer não fosse aprovado.

Ainda hoje posto mais notícias sobre o fato. Fique ligado.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Bruto
23/09/2011 às 01:13
FIM DE UM MITO. ACABOU DA PIOR MANEIRA POSSIVEL. AGORA É DENUNCIAR AO MINISTERIO PÚBLICO.
Bruto
23/09/2011 às 01:17
O POVO JÁ SABIA. 83% DE REJEIÇÃO. CASSAÇÃO. CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO.CASSAÇÃO...
Antonio
23/09/2011 às 01:19
AFONSO AMORIM,vc deve ser um desses q tem cargo comissionado na PMM e fica defendendo essa CORRUPÇÃO.
Concorco q EDVARD é um homem sério,mas seus SECRETÁRIOS,DIRETORES e ETC,foi q colocou ele nessa cituação VERGONHOSA e DEPLORÁVEL diante da POVO.
Bruto
23/09/2011 às 01:27
NINGUÉM OBRIGOU NINGUÉM A NADA. SE ESCOLHEU É POR QUE NÃO É SÉRIO NEM AQUI E NEM EM BONANÇA. Me diz com quem tu andas que te digo quem tu és.
Paulo da Cohab
23/09/2011 às 05:47
Chateou-se? Se joga na BR. kkkkkk
MORENA
23/09/2011 às 05:53
Daqui que esse processo seja julgado novamente, o mandadto tem acabado e o prefeito já é vereador. Foram quase seis anos pra ele vir pra camara.Portanto relaxem.
Leo
23/09/2011 às 05:54
Pessoal,
ataques pessoais e discussão fora do contexto aqui abordado serão vetados. Peço a serenidade para se discutir o assunto do texto.
Obrigado
sem compromisso
23/09/2011 às 07:07
BRUTO, CUIDADO NO CORAÇÃO, ASSIM VC. NÃO PARTICIPAR DA PROXIMA ELEIÇÃO, BEM QUE TU QUERIA UM CC. AGORA AGUARDA TEU PREFEITO GANHAR PARA CONSEGUIR, TU SÓ FALA BESTEIRA.
santos
23/09/2011 às 08:19
segundo pedro mesquita e irapuã afirmaram que daqui a um ano o povo esquece de tudo e vota denovo.ta ai povo de moreno, fomos chamados de otarios por esses vereadores.vamos marcar o nome desses vereadores,pois eles não são do povo e sim da conta bancaria.
CAVERNA DO DRAGÃO
23/09/2011 às 09:13
Acho engraçado o Tribunal de Contas da União... aprovaram a prestação de contas de vários outros municípios, e só rejeitaram a de Moreno...HAHAHAHA! Pq será? Talvez se o prefeito fosse aliado do governo as coisas fossem diferentes:Isso é que é DEMOCRACIA!
8
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
787q6
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.